Porto Velho Rugby vence em Cuiabá

Cuiabá – No sábado (16) a cidade de Cuiabá recebeu rodada dupla da Taça Pantanal, no mini estádio da Morada do Ouro. O Porto Velho Rugby enfrentou o Primavera Rugby pela 2ª rodada da Taça Pantanal.

O JOGO

pri4

Primavera Rugby

O 1º tempo começou com os Candirus pressionando o Primavera Rugby em seu campo defensivo. As equipes trocaram chutes visando forçar o adversário a recuar para o seu próprio campo. Por volta de 10 minutos jogados começou a chover. Aos 13 minutos foi marcado um scrum ofensivo para o PVH nos 5 metros do Primavera Rugby, e o oitavo Thiago Rodrigues abriu para o ponta cego Mateus Silva que iniciou um jogo de fases até o limite da linha de in-goal, quando o próprio Thiago mergulhou para marcar o try, conversão do centro Francinei Mendes, 7 a 0.

A chuva aumentou, e o campo pesado favoreceu aos rondonienses, que aos 30 minutos voltaram a marcar. Após ganhar o lineout ofensivo na  linha de 22 metros, os rondonienses avançaram com fases de rucks até 5 metros do in-goal adversário onde formaram um maul, a bola foi aberta para o pilar Pedro de Souza, que veio embalado para mergulhar na linha e marcar, try convertido pelo fullback João Santos, 14 a 0 para o PVH.

No 2º tempo a chuva deu trégua às equipes. Os rondonienses ampliaram cobrando penal aos dois minutos, desde a linha de 10 metros do adversário, o fullback João Santos marcou mais 3 pontos, 17 a 0 para os rondonienses.

pri

Porto Velho Rugby

Apesar do revés, o Primavera Rugby equilibrou o jogo, reagindo aos 4 minutos com penal cobrado na linha de 22 metros adversária pelo scrum-half Aron, 17 a 3.

Aos 26 minutos o PVH perde a bola na saída de um ruck na linha de 10 metros adversária, após um belo tackle no ponta Mateus da Silva, o ponta Antonio Selegatto do Primavera Rugby recuperou a bola, e passou para o centro Janailton Miranda que percorreu 30 metros para marcar entre os postes, o scrum-half Aron Jacobi converteu, 17 a 10.

Aparentemente a equipe de Porto Velho sentiu o golpe, o cansaço da viagem e os poucos reservas para a partida pesaram no gás dos rondonienses.

Com 29 minutos do 2º tempo, após ganhar um scrum ofensivo depois da linha de 10 metros adversária, os Candirus recuaram no jogo de mão até o seu próprio campo, onde perderam a bola para a defesa mato-grossense. O Primavera Rugby avançou fazendo fases por dez metros, quando o abertura Bruno Vian recebeu a bola na saída do ruck e abriu o jogo para o centro Janailton Miranda, que puxou toda a marcação e passou para o ponta aberto Kelvin da Silva marcar o try, Aron Jacobi converteu mais esse, 17 a 17.

A vitória dos Candirus  veio aos 35 minutos, através de um penal cobrado pelo fullback João Santos, dentro dos 22 metros mato-grossenses. No reinício o Primavera Rugby quase marcou outro try, mas no momento decisivo cometeu knock-on.  Nos minutos finais a partida ficou muito corrida e com muitos erros de lado a lado, e o placar final foi 20 a 17 para os rondonienses.

O Porto Velho Rugby tem agora 5 pontos no torneio, sua próxima partida será no dia 20 de junho contra o Dourados Rugby do Mato Grosso de Sul. Com esse resultado o Primavera Rugby ficou com 2 pontos, e só voltará a campo apenas em 15 de agosto contra o líder Cuiabá Rugby.

Texto: Frederick Brandão
Foto: Divulgação.

 

One Comment

  1. Alberto S. de Arruda

    21/05/2015 at 22:19

    Como o Rugby Nordeste realizou os comentários dos dois jogos (Porto Velho X Primavera, e Cuiabá X Campo Grande) de maneira espetacular ?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *